Página principal



Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores

Descargar 1.99 Mb.
Ver original pdf

Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores





Descargar 1.99 Mb.
Ver original pdf
Página229/260
Fecha de conversión05.10.2018
Tamaño1.99 Mb.
1   ...   225   226   227   228   229   230   231   232   ...   260

288

Resumos

Memórias do X Congresso da Rede Euroamericana de Motricidade Humana

XXI Congreso Internacional de Ciencias de la Cultura Física

CAPACIDADE FUNCIONAL EM IDOSOS QUE PARTICIPAM DE PROGRAMAS DE 

EXERCÍCIOS FÍSICOS UMA VEZ POR SEMANA

Pesquisadores: OLIVEIRA, Bruna de

SOARES, Ben Hur

Área do conhecimento: Área das Ciências da Vida 

O aumento da expectativa de vida é um fenômeno que cresce no mundo todo, com o crescimento 

da população idosa, faz-se necessário identificar e conhecer as características do processo de en-

velhecimento, para que possíveis programas de intervenção sejam eficazes no auxilio a diminuição 

dos problemas causados pelo avanço da idade. Este estudo tem como objetivo avaliar a variação 

da capacidade funcional em idosos que participam uma vez por semana de programas de exercícios 

físicos. Metodologia: Foram avaliados 30 idosos de ambos os sexos, selecionados aleatoriamente 

com idade média de 69±5,3 anos, frequentadores do grupo de convivência do Município de Mato 

Castelhano-RS/BR, realizavam atividades físicas uma vez por semana, durante 03meses. Estes fo-

ram avaliados através do protocolo de autonomia funcional do Grupo de Desenvolvimento Latino-

-Americano para a Maturidade - GDLAM (DANTAS, 2004), e pelo Testes de Aptidão Física Funcional 

de Rikli & Jones (1999), e os dados analisados através da estatística descritiva. Resultados: O IMC 

teve uma elevação de 26,5 para 26,6; RCQ manteve-se em 0,9; no teste de caminhada de 10m o 

tempo piorou em 2,9%; teste de levantar da cadeira e locomover pela casa de 1,3% e o teste de 

caminhada de 6 minutos de 5,45%; nos demais testes todos apresentaram melhora, levantar da po-

sição sentada 5 vezes (+8%); levantar da posição de decúbito ventral (+16%); vestir e tirar camiseta 

(+16%); levantar da posição sentada por 30 segundos (+3,5%); flexão do cotovelo por 30 segundos 

(+2,3%); sentar e alcançar (+100%); alcançar atrás das costas (+7,5%); Torna-se possível concluir, 

que atividades físicas realizadas uma vez por semana para idosos, não apresentou melhoras no 

IMC, na distância de caminhada e velocidade de caminhada 10m, no entanto, a RCQ não sofreu 

alterações. Por outro lado, os outros itens avaliados apresentaram aprimoramentos, mesmo que 

sensíveis, mas importantes, pois se tratando de um público idoso, a manutenção da funcionalidade 

e autonomia, ou ainda, o retardamento dos efeitos deletérios naturais da idade, torna-se de gran-

de valia. Assim atividades realizadas uma vez por semana auxiliam na manutenção de capacidades 

físicas, mas não diretamente no aprimoramento aeróbico e na composição corporal de idosos.

Palavras-chave: Capacidade funcional. AVD. AIDV. Envelhecimento. Exercício Físico.

benhur@upf.br


289

Resumos

Memórias do X Congresso da Rede Euroamericana de Motricidade Humana

XXI Congreso Internacional de Ciencias de la Cultura Física

COMPARACÃO DA FREQUÊNCIA CARDÍACA E PRESSÃO ARTERIAL NO 

EXERCÍCIO RESISTIDO

Pesquisadores: BRESCIANI, Willian

SOARES, Ben Hur

Área do conhecimento: Área das Ciências da Vida

Os exercícios contra a resistência têm sido apontados como principal intervenção do tratamento 

não farmacológico contra doenças cardiovasculares, assumindo aspectos benéficos e protetores, 

como aumento da força, resistência, melhorando a capacidade funcional (POLITO E FARINATTI, 

2003), O presente estudo investigou as variações na frequência cardíaca e na pressão arterial em 

exercício resistido, considerando os três tipos de respiração (ativa, passiva e bloqueada). Trata-

-se de um estudo quantitativo, transversal, descritivo e comparativo, onde 10 indivíduos de idade 

média de 26,5 ± 6,2 anos, aptos a pratica de exercícios resistidos a 75% de 1RM, utilizando os 

aparelhos Leg Press e supino reto, realizando-se 3 séries em cada respectiva forma de respiração, 

e a medição feita em seguida a ultima repetição de cada série e a pressão arterial no final da 3ª 

série. A média da frequência cardíaca de repouso foi de 69,7±5,3 batimentos e a pressão foi de 

117±4,8 por 76±6,3. Nas três formas de respiração o maior salto da frequência cardíaca ocorreu 

no final da 1ª série 58,2% na respiração bloqueada, aumentando de 1,8% a 5,9% nas demais séries, 

sendo que, de forma geral, a maior elevação da FC foi na respiração bloqueada com 73,1% e no 

aparelho de Leg Press, enquanto no supino o aumento foi de 59,7%. Quanto a pressão arterial, as 

maiores variações também ocorreram na respiração bloqueada e no Leg Press, com um aumento 

de 19,7% na pressão diastólica e 35,3% na sistólica. Sendo que a respiração ativa e passiva não hou-

ve grandes alterações em repouso e no final das três séries, na respiração bloqueada detectou-se 

maiores variações, pois exige maior esforço físico, tendo uma média mais alta em todo o teste, já 

a respiração ativa e passiva tiveram resultados semelhantes com poucas alterações nos resulta-

dos. Quando foi analisada a FCR com na última execução da 3° série, nota-se que os três tipos de 

respiração sofrem um aumento tanto no supino reto como no Leg Press, porém, é na respiração 

bloqueada onde o aumento é mais intenso, devendo assim, despertar maior cuidado dos educa-

dores físicos durante esta prática, diminuindo o risco 

de tonturas ou desmaios, deslocamento de 

coágulos sanguíneos, sangramento e ritmos anormais originários do ventrículo, pois também pode 

causar parada cardíaca (JANCIN, 2004).

Palvras-chaves: Respiração. Frequência Cardíaca. Pressão Arterial. Musculação.

benhur@upf.br



1   ...   225   226   227   228   229   230   231   232   ...   260

Similar:

Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores iconDados Internacionais de Catalogação na Publicação (cip)
M533 Memória, direitos humanos e reparação: políticas da memória, arquivos e museus; conferência interna
Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores iconTrabalhadoras 29out2013. indd
As ideias contidas e as opiniões emitidas neste livro são de responsabilidade dos autores
Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores iconFae centro Universitário Rev. Justiça e Sistema Criminal
Os artigos publicados na Revista Justiça e Sistema Criminal são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões
Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores iconFormulario pct/isa/237
Clasificación Internacional de Patentes (cip) o a la vez clasificación nacional e cip
Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores iconFormulario pct/ipea/408
Clasificación Internacional de Patentes (cip) o a la vez clasificación nacional e cip
Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores iconNavarra com Instrucciones para solicitar competencia lingüÍstica en castellano
Rellenar el formulario de solicitud de anotación del nivel de competencia lingüística
Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores iconColetâniaGarantias Sebrae Regar atualizado indd
A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação dos direitos
Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores iconMicrosoft Word Bolet\355n Reunion del X cecip -argentina 2009 port final. Doc
A comissão Interamericana de Portos (cip), da Organização dos Estados Americanos (oea)
Dados Internacionais de Catalogação-na-Publicação (cip) a revisão linguística é de responsabilidade dos autores iconDatos de contacto
Se aceptarán hasta dos trabajos por cada inscripción. Al menos 1 de los autores debe estar inscripto al Congreso


Descargar 1.99 Mb.
Ver original pdf