Página principal



Microsoft Word pag 01-03. docx

Descargar 1.43 Mb.
Ver original pdf

Microsoft Word pag 01-03. docx





Descargar 1.43 Mb.
Ver original pdf
Página61/85
Fecha de conversión05.10.2018
Tamaño1.43 Mb.
1   ...   57   58   59   60   61   62   63   64   ...   85

Freitas, K. R. T. de et al. 

Rev. de Economia Agrícola, São Paulo, v. 61, n. 2, p. 53-75, jul.-dez. 2014

 

64

4.2 - Resultados do Modelo Constant Market Share 

 

4.2.1 - Período I – 2006 a 2009 

 

 

O primeiro período analisado foi marcado por 

um grande crescimento nas exportações mundiais, 

variando de U$24,2 bilhões em 2002 para U$28,8 

bilhões em 2009, representando um crescimento de 

aproximadamente 19,2%. 

 

Como visto na tabela 4, houve crescimento na 

demanda mundial de carne bovina, paralelamente à 

queda nas exportações dos Estados Unidos devido ao 

registro de casos de Encefalopatia Espongiforme Bo-

vina (EEB). Por outro lado, houve forte crescimento 

das exportações para o Brasil e Índia, possibilitado 

pelo saldo para exportação em relação ao consumo 

(F

LORINDO

;

 

M

EDEIROS

;

 

M

AUAD

, 2015).    

 

A partir de 2006, o governo argentino inter-

veio de maneira crescente na cadeia da carne bovina 

no país, o que desestimulou a sua produção. Entre 

2007 e 2009, a intervenção era tão grande que era 

capaz de se ofertar o produto de alta qualidade, de 

custo caro, com preços considerados baixos, ocasio-

nando grande aumento no consumo interno da car-

ne em 2009 (T

APIAS

, 2012). 

 

A crise financeira americana, em 2008, refletiu- 

-se nas exportações de vários países, por isso, as ex-

portações mundiais apresentaram crescimento de 

apenas 2,5% nesse período. Os dados da tabela 8 des-

crevem o impacto desta crise financeira sobre as ex-

portações americanas, tendo uma redução de apro-

ximadamente 25% em relação ao crescimento mun-

dial. As estimativas dos dados, bem como os resulta-

dos apresentados estão no Anexo 1. Países como Irã e 

Venezuela apresentaram grande crescimento em suas 

importações comparadas ao pequeno crescimento do 

mercado mundial, tendo sido proporcionadas pela 

abertura de mercado, principalmente com o Brasil. 

 

A partir de 2005, o Brasil enfrentou sérias 

barreiras sanitárias, ocasionando restrições às expor-

tações brasileiras, devido a casos de febre aftosa 

(F

LORINDO

;

 

M

EDEIROS

;

 

M

AUAD

, 2015). Principalmen-

te, países da União Europeia passaram a demandar 

menos do Brasil. Contudo, o Brasil ganhou mercado 

com a Venezuela, que adquiriu boa parte do exce-

dente da produção brasileira. 

 

Alguns países do Oriente Médio, como Egito 

e Irã, por exemplo, também foram cruciais para o 

comércio externo brasileiro, depois das restrições 

advindas da União Europeia. Outro exemplo impor-

tante para o comércio da carne brasileira foi a Argé-

lia, uma vez que mais de 80% das suas importações 

foram oriundas do Brasil. Ao analisar a Argentina, 

percebe-se que esse país aumentou significativamen-

te suas exportações, visto que a sua carne bovina tem 

grande prestígio na Europa. 

 

 

 4.2.2 - Período II - de 2010 a 2013 

 

 

As exportações brasileiras aumentaram de 

forma significativa, em 2010, visto que se reiniciou o 

crescimento após a crise econômica mundial de 

2008, e foi crescendo a cada ano. Já a Argentina, que 

era um grande exportador do produto, diminuiu 

suas exportações, pois foi uma das formas de conter 

a inflação no país (A

BIEC

, 2013). 

 

Com isso, a Argentina deixou de exportar 

mais de 5 bilhões de dólares em carne bovina, devi-

do a intervenções do governo no setor, pois se a Ar-

gentina tivesse mantido seu mercado dos anos ante-

riores, as exportações do país seriam em torno de 

2,5 bilhões/ano. Dessa forma, o país deixou de arre-

cadar cerca de 1,4 bilhão por ano que, num montan-

te de quatro anos, passaria tranquilamente dos U$5 

bilhões. 

 

A tabela 9 apresenta os indicadores do mode-

lo Constant Market Share para o período II. No Ane-

xo 1 estão explicitados os cálculos e as estimativas. 

 

O Brasil bateu o seu recorde na exportação de 

carne bovina no ano de 2013, mantendo o seu posto 

de maior exportador mundial. De acordo com o efeito 

crescimento do comércio mundial, o Brasil contribuiu 

de maneira positiva para que ocorresse aumento nas 

importações mundiais do produto. Contudo, é possí-

vel verificar que a Argentina tem decrescido no co-

mércio internacional da carne, para que consiga aten-

der a sua demanda interna.  


1   ...   57   58   59   60   61   62   63   64   ...   85

Similar:

Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word manualtecnico dic docx. (2). docx
Definiciones importantes
Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word Youth Consent Form sp fin docx doc docx
Ciudad Estado Código postal
Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word Ley Nº 121 t c. pág web col def art. 50 y 79. doc

Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word conceptosbasicosdeTrigonometria docx

Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word Formulario docx

Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word Gaceta8036. docx

Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word wv1 Newsletter 9-14-17-sp docx

Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word boletin -gilberto docx

Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word samig18 history docx

Microsoft Word pag 01-03. docx iconMicrosoft Word cartilla de usuario docx



Descargar 1.43 Mb.
Ver original pdf