Página principal



Ofil -xiv-1

Descargar 0.78 Mb.
Ver original pdf

Ofil -xiv-1





Descargar 0.78 Mb.
Ver original pdf
Página46/67
Fecha de conversión09.05.2018
Tamaño0.78 Mb.
1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   67

47

R

e

vist

a de la O

.F

.I.L.

mento das doenças infecciosas de forma séria e

criteriosa (WHO, 2000). 

Em 1887, cientistas descobriram a capacida-

de de adaptação dos microorganismos e a sua

resistência, não apenas a modificações ambien-

tais, mas também a agentes anti-sépticos (Louie

e Bell, 2002). Paul Ehrlich foi o primeiro a des-

crever o desenvolvimento da resistência de um

protozoário à terapêutica química no tratamen-

to da malária (Louie e Bell, 2002). A resistência

bacteriana emergiu pouco depois da intro-

dução dos antibióticos nos anos 1930 e 1940

(Virk e Steckelberg, 2000). Em meados de 1940,

2 anos apenas após a introdução da penicilina

no mercado, os cientistas observaram a

emergência de uma estirpe de Staphylococcus

aureus resistente à penicilina (WHO, 2000;

Walsh, 2000). Ernst Chain foi o primeiro a des-

crever a penicilinase, enzima produzida pelas

bactérias para destruir a penicilina (Louie e Bell,

2002). A resistência à vancomicina surgiu em

1987 nas enfermarias hospitalares e dissemi-

nou-se rapidamente nos 4-6 anos seguintes

(Walsh, 2000). Mais casos se sucederam, dando

origem a um grave problema de saúde pública,

com implicações económicas, sociais e políti-

cas, que são transnacionais, atravessando todas

as fronteiras (WHO, 2000). O fenómeno da

resistência pode agora ser demonstrado em

todas as classes de antibióticos disponíveis (Virk

e Steckelberg, 2000).

O aparecimento de resistências pode ser devi-

do a factores como (WHO, 2000): mau diagnós-

tico da doença infecciosa; “paradigma da pobre-

za” – menor acessibilidade aos fármacos e sub-

dosificação; fármacos falsificados (em países em

vias de desenvolvimento); utilização de antibióti-

cos de largo espectro em detrimento de antibióti-

cos de espectro mais estreito que tratam doenças

específicas; pressões dos doentes (por vezes

influenciados pela publicidade); falta de progra-

mas educativos e de informação adequada; utili-

zação inadequada dos antibióticos em ambiente

hospitalar; utilização de antibióticos em alimen-

tos; e “globalização” – viagens internacionais e

trocas comerciais (um microorganismo resistente

originado em África ou no Sudeste asiático, pode

chegar à costa da América do Norte em 24

horas!). Se os antibióticos continuarem a ser utili-

zados indiscriminadamente, muitos peritos

receiam a denominada “era pós-antibiótica” em

que os antibióticos se tornam ineficazes no trata-

mento de infecções causadas por bactérias resis-

tentes (Louie e Bell, 2002). 

Como principais consequências da resistência

microbiana, podemos destacar (WHO, 2000):

Mortalidade – infecções resistentes são mais

vezes fatais; Morbilidade – doenças prolongadas

e uma maior probabilidade de microorganismos

resistentes se propagarem a outras pessoas; Cus-

tos – maiores encargos financeiros com o trata-

mento, uma vez que se utilizam fármacos novos

e mais caros; e Soluções limitadas – menor núme-

ro de fármacos novos em concepção e desenvol-

vimento. A Tabela I mostra algumas evidências

relacionadas com a resistência bacteriana aos

antibióticos. Tão depressa quanto são lançados

no mercado novos antimicrobianos, tão depressa

as forças da resistência se reagrupam e voltam a

“atacar”! (WHO, 2000). Quando emerge a

resistência a um antibiótico, ela pode desenvol-

ver-se rapidamente e, de uma maneira geral,

decresce lentamente embora não totalmente

(Tabela II). 

De entre as doenças para as quais o problema

das resistências é muito significativo, porque

determinante de mortalidade e morbilidade no

mundo inteiro, encontram-se (WHO, 2000):

Pneumonia – Permanece em 1º lugar no “ran-

king” das doenças infecciosas mortais. A resistên-

TABELA I

“ABC” da resistência

Os antibióticos permitem grandes progressos na

medicina;

O mau uso dos antibióticos leva ao aparecimen-

to de bactérias resistentes;

As bactérias resistentes acumulam-se e dissemi-

nam-se;

A resistência aumenta as complicações clínicas,

leva ao prolongamento da estadia hospitalar e

aumenta os custos;

O desenvolvimento de novos antibióticos é

lento, caro e não pode ser garantido;

Com o aumento das resistências e menos agen-

tes antimicrobianos novos, a medicina moderna

enfrentará retrocessos significativos.

Fonte: Organização Mundial de Saúde/CDS



1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   67

Similar:

Ofil -xiv-1 iconComisión Económica para América Latina y el Caribe XIV seminario regional de política fiscal
El programa del XIV seminario Regional de Política Fiscal refleja los criterios que
Ofil -xiv-1 iconDirección de delegaciones regionales de trabajo y empleo (I a XIV)
Nº 2841/08 funciones asignadas al Ministro de Trabajo dentro de la jurisdicción y
Ofil -xiv-1 iconApéndice XIV
Elaborado por el Grupo Electrónico de Trabajo bajo la Presidencia de Argentina y la Co-Presidencia de Costa Rica
Ofil -xiv-1 iconXivsiemai® – (simposio internacional educación música artes interculturales) – IX encuentro de primavera®
Xiv siemai®(international symposium intercultural education music arts) – IX spring meeting®
Ofil -xiv-1 iconXiv congreso y Exposición sobre Grasas y Aceites de la Sección Latinoamericana de aocs un espacio de recursos para el mercado iberoamericano
Las presentaciones orales contarán con traducción simultánea inglés-español-inglés
Ofil -xiv-1 iconXiv versióN
La Asociación Colombiana para el Avance de la Ciencia, acac, es una entidad sin ánimo de lucro, que desde hace 37 años, trabaja por...
Ofil -xiv-1 iconUniversidad de chile instituto de estudios internacionales
Ii 1 Capítulo XIV del Compendio de Normas y Cambios Internacionales del Banco Central de Chile 17
Ofil -xiv-1 iconDisposición 12618 del boe núm. 243 de 2012
Resolución de 20 de septiembre de 2012, de la Dirección General de Empleo, por la que se registra y publica el XIV convenio colectivo...
Ofil -xiv-1 iconXiv concurso nacional de proyectos de investigación y desarrollo en salud fonis 2017 Instrucciones generales para completar este Formulario
La extensión indicada como máxima para cada punto será tomada en consideración al momento de la evaluación, por lo que, con el objetivo...


Descargar 0.78 Mb.
Ver original pdf